Como Pintar os Cabelos em Casa?

A ordem é #FicaremCasa, porém, isso não significa que não podemos criar nossa própria rotina de beleza. E uma das principais dúvidas é sobre pintar os cabelos, a raíz aparecendo, a cor que já está ficando opaca ou até mesmo aquela vontade de mudar que toda mulher sente.

Pensando nisso, separamos algumas dicas simples que ajudarão você a pintar seus cabelos sem sair de casa, nada de ficar triste por não pode ir ao salão de beleza. Aqui nós vamos ensinar truques de profissionais que você poderá aplicar sozinha!


PASSO 1: PREPARANDO OS CABELOS PARA RECEBER A QUÍMICA

UMA HIDRATAÇÃO REFORÇADA É O PRIMEIRO PASSO

Antes de fazer um procedimento químico mais agressivo no cabelo, como escova progressiva, mechas ou descoloração, por exemplo, é importante começar a redobrar o cuidado com a hidratação pelo menos um mês antes do agendamento no salão.

Toda a vez que for lavar o cabelo, hidrate com um máscara específica e deixe repousar pelo tempo indicado na embalagem – geralmente de 5 a 15 minutos. No caso da coloração com uma tinta temporária ou semipermanente, pode apostar no tratamento hidratante apenas duas semanas antes.

-> Dica para o passo número 1: Linha de Nutrição Instantânea Nutri-Enrich da Wella

PASSO 2: ESCOLHER COLORAÇÃO OU TONALIZANTE?

Transformar o visual dos fios exige planejamento. Em primeiro lugar, é necessário saber o resultado desejado, depois descobrir se os fios resistirão à química e quanto tempo pretende ficar algum tempo com a tonalidade nos fios.

Entender seu cabelo e a cor dos sonhos é o caminho certo para escolher entre tinta permanente ou tonalizante para a mudança de visual.  MAS QUAL A DIFERENÇA ENTRE COLORAÇÃO E TONALIZANTE?

Mesmo que tenham a mesma finalidade, há grandes diferenças na química da tinta permanente e do tonalizante. A coloração permanente é indicada para cobrir 100% dos fios brancos e clarear até 2 tons da cor natural sem a necessidade de descolorir o cabelo.

Já os tonalizantes formam uma película ao depositar pigmentos na cutícula do cabelo e, por isso, desbotam mais rápido. Por ter essa ação superficial, os resultados ficam melhores quando as tonalidades aplicadas são parecidas ao tom natural. A coloração da superfície, apesar de agredir menos, cobre apenas 70% dos fios brancos.

QUAL A MELHOR OPÇÃO?

Se você está decidida a mudar de vez a cor, pode se jogar na coloração permanente sem medo, porém aí vai um aviso: ela não pode ser aplicada em cabelos que acabaram de receber outros tipos de químicas, como relaxamento ou progressiva – reações adversas, como até queda, podem ocorrer devido a incompatibilidade. Nesses casos, o ideal é usar tonalizante que, além de realçar e dar brilho, agride menos.

-> Dica para o passo número 2: Colorações e Tonalizantes Originais Wella e Loreal

PASSO 3: PINTANDO O CABELO

Agora que você já preparou os fios para receber a química, já escolheu se irá usar coloração ou tonalizante e já sabe qual cor usará, está na hora de começar a transformação.

  1. PREPARE A COR DO CABELO:  Misture o tubo da tintura e do líquido ativador seguindo as instruções da embalagem. Misture-os até que fiquem com cor e textura consistentes.
  2. APLIQUE A TINTURA: Comece nas raízes, no cabelo seco e sem lavar. Aplique em todo o cabelo, até as pontas, em um padrão zigue-zague. Use um pente grosso para ajudar a distribuir a mistura uniformemente por todo o cabelo. Deixe a tintura agindo pelo tempo especificado nas instruções.
  3. RETIRE: Para finalizar o seu visual,  lave o cabelo                                                                          para remover a tintura e estilize como deseja

Sobre o autor

Avatar
VB Beauty

Adicionar comentário

Posts recentes

Comentários

Arquivos

Categorias

Mantenha Contato

Siga-nos nas redes sociais e fique sempre por dentro das novidades!